Afinal, a configuração da máquina do cliente é realmente importante?

A importância da configuração da máquina do cliente

Você já de ter escutado a frase “Os recursos do framework estão habilitados?“, “Foi liberado as portas do firewall?“, “Foi dado permissão de pasta?” entre outros jargões do atendimento. 

É bem comum escutar esses questionamentos, alguns técnicos até realizam essas configurações, mas afinal, qual a real importância desses procedimentos na máquina do seu cliente?

Primeiro de tudo, precisamos entender melhor o que é o framework, firewall, permissão de pasta e também outras configurações básicas. Como isso pode afetar a rotina do cliente? Será que isso pode evitar atendimentos desnecessários?

 

.NET Framework

A .NET Framework é uma plataforma para desenvolvimento de sistemas e aplicações. Ou neste caso, um conjunto de ferramentas que facilita o desenvolvimento de softwares e funcionalidades voltados para o Windows.

O Hiper, escrito em C# (linguagem de programação que utiliza o .NET), precisa executar funções específicas dentro da máquina do cliente final. Seja o login da conta, a atualização do software ou até mesmo a emissão de uma nota fiscal.

Se a versão do .NET estiver desatualizada, o computador do cliente pode não entender como executar aquela função específica, resultando em um erro no programa. Esse erro muitas vezes é genérico, dependendo do software em questão.

Com o .NET atualizado, é necessário ativar os recursos, que são as funções executadas pelo Framework dentro do sistema. Caso algum desses recursos utilizados pelo Hiper não estiver habilitado, o sistema pode deixar de fazer algumas funções básicas, como o envio de nota fiscal para a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

 

Permissão de pasta

As permissões são privilégios concedidos ao usuário do sistema a uma pasta, permitindo o mesmo executar tarefas, acessar ou manipular arquivos.

Caso as permissões de pasta não estejam liberadas, o próprio sistema operacional bloqueia o acesso do Hiper aos arquivos e dll’s, causando algum erro ou até mesmo a não execução da tarefa (sem um erro especificamente).

 

Firewall 

O firewall é um dispositivo de segurança da rede que monitora o tráfego de entrada e saída, decidindo permitir ou bloquear conexões específicas de acordo com um conjunto de regras de segurança.

Por padrão, o Windows bloqueia algumas conexões de entrada, e em alguns casos, essa conexão é a comunicação dos aplicativos (Hiper Gestão, Loja e Caixa). Com isso, algumas informações pendentes de sincronização, seja um cadastro de produto, cliente ou até mesmo o envio do cupom fiscal ao retaguarda pode ser bloqueado pelo Firewall do Windows.

 

Antivírus

É interessante recomendar ao cliente que utilize alguma solução paga. Antivírus gratuitos passam uma grande “ilusão” de segurança, quando na verdade, ele apenas deixa o computador mais lento e impossibilita o uso de alguns aplicativos que utilizam conexões de entrada e saída.

Todo mundo já teve que entrar no antivírus para restaurar algum arquivo que ele decidiu deletar. É fortemente recomendado que, caso o cliente queira usar, seja dado permissões de uso a todos os aplicativos do Hiper.

 

IPV6

Essa é uma dúvida bem interessante. Tem cliente que utiliza o IPV4, outros o IPV6. O que recomendo é que, se o cliente não utilizar o IPV6, deixe ele desabilitado nas configurações de rede. Desta forma evitamos que o sistema se engane e envie as informações pelo “caminho errado”.

Se a conexão feita pelo cliente for em IPV6 também não tem problema, vai funcionar normalmente a conexão.

 

Warsaw

O Warsaw é um programa bem complicado, pois ele é instalado junto com softwares bancárias para garantir a “segurança” de conexão. O grande problema é que ele bloqueia conexões de vários aplicativos, não somente do Hiper.

Máquinas que utilizam o Hiper Loja ou Caixa podem ser afetados com isso, impossibilitando o envio de notas fiscais, conexões entre o Hiper e a sincronização de dados em segundo plano.

Nesse caso, é fortemente recomendado que o cliente não utilize a máquina que for usar o sistema para utilizar os aplicativos bancários. Há grandes chances do Warsaw bloquear essa conexão e gerar atendimento que poderia ser evitado.

 

Windows Update

Esse ponto é muito importante para clientes que ainda utilizam Windows 7 ou 8.1. Lembra do Framework? Por mais que ele esteja atualizado, várias correções tanto do Windows quanto dele são liberadas apenas pelo Update do Windows. 

Para clientes que utilizam o Windows 10 isso acaba não afetando diretamente, pois ele geralmente baixa e instala as atualizações em segundo plano por padrão, o que não acontece nos outros S.O. se não for configurado manualmente para isso.

Isso pode influenciar tanto em conexões do Hiper e principalmente no bom funcionamento do software, afetando desde a tela de login, atualização via hotfix, cadastro de produtos ou até a emissão do cupom fiscal. O cliente utiliza Windows 8.1 ou inferior? Sempre lembre de fazer todas as atualizações importantes do sistema operacional.

Neste artigo, vimos a real importância da configuração do ambiente e que sim, isso influencia e gera muitos atendimentos desnecessários. É muito importante orientar os técnicos da revenda sobre esses pontos, pois eles facilitam a vida da revenda e do cliente final.

 

Passo a passo para preparar o ambiente para instalação do Hiper Loja no Windows 10 >